sexta-feira, 13 de novembro de 2009



De tanto tentar sugar algo inalcansável,minha garganta adoeceu.Frustrantes sensações  tive q passar por falta de defesa: calafrios,febre,fraqueza,sensação de tumor.dores impertinentes.Antibiótico,anti -inflamatório,liquido,muito liquido,só liquido.Sonhos,pesadelos,aprendizado.
Acham que parei?nunca!Hj mesmo começarei com minha companheira e melhor amiga bicicleta,assim q passar esta avassaladora dor de ouvido!


2 comentários:

  1. Lembrarás tu que as manhãs
    Acordam da tua luz fugidia
    És esperança de perdida estrela
    Quem recolhe a dor em Deus confia

    Assombração que o luar esqueceu
    Nas margens de um lago azul
    Hoje passou a voar por mim
    A última garça a caminho do sul

    Era alva como a espuma do mar
    Graciosa como mulher feliz
    Voava de encontro ao vento
    Com olhar brilhante de petiz


    Boa semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  2. À volta desta fogueira
    Aquecem os corações, almas penadas
    À volta desta fogueira ninguém foge
    Todos contam lendas de pessoas encantadas

    Todos rezam, todos pedem
    Que desça o céu à terra
    Todos falam de um anjo
    Que travou uma santa guerra

    Manto de água, mundo verde
    Manhãs de sol posto no céu
    Às vezes a luz perde-se na noite
    À vezes um coração veste um negro véu


    Mágico beijo

    ResponderExcluir